Justiça determina interdição do Case no bairro Vila Nova

 

Uma portaria da vara do juiz da infância e Juventude, assinada no dia 31 de agosto, determinou a interdição parcial do Centro de Atendimento Socioeducativo (Case),  localizado no Estrada Geral do Dedo Grosso, no bairro Vila Nova, na Zona Oeste de Joinville.

O juiz afirma que o local não reúne condições adequadas para receber os menores infratores devido a problemas estruturais. A entrada dos menores está proibida até a conclusão das reformas.

O documento foi entregue para o Departamento de Administração Socioeducativa (Dease) na noite de terça-feira (4). Os internos que já estação no CASE permanecem. O DEASE tem um prazo de 15 dias para apresentar um cronogramas de melhorias da unidade e outros 30 dias para o iniciar as obras.

Caso as melhorias não forem realizadas, alguns internos podem ser transferidos para outras unidades do estado. O Case foi inaugurado há três anos e tem capacidade para acolher 71 menores, mas nunca atingiu a capacidade por apresentar problemas estruturais.

//