Descartada morte por meningite bacteriana em detendo da Penitenciária Industrial

 

Foi descartada a morte por meningite de um detento que cumpria pena na Penitenciária Industrial de Joinville. O caso ocorreu no último Domingo (04), no Hospital Municipal São José.

Dassaev Mario Tarnowski, de 30 anos,  deu entrada na unidade hospitalar um dia antes de entrar em óbito. Após a realização de exames em dois detentos que dividiam a cela com Mario, a Vigilância Epidemiológica do município descartou a hipótese de meningite bacteriana em ambos, e confirmou a causa da morte como sendo uma encefalite viral.

Nesta terça-feira (6), outro detento da unidade prisional foi encaminhado para o Hospital São José. Ele apresentava os mesmos sintomas. Os exames realizados apontaram uma infecção ordinária. O homem não corre risco de morte.

Diante dos dois casos, o juiz da Vara de Execuções Penais e Corregedor do Sistema Prisional da Comarca de Joinville, João Marcos Buch, foi  até o Hospital São José, para obter maiores informações sobre o caso. Uma sindicância foi instaurada para apurar os procedimentos realizados com o detento que morreu,  já que o primeiro laudo médico havia apontado meningite. O prazo para a conclusão é de 30 dias.

//